PARCO

Noite fria

escura, crua

Nas ruas da cidade

sua pele nua

A mentira é sua vaidade

Todo pouco é muito

onde não existe verdade

Hoje e sempre

perdido no espaço

No vazio do nada

traição e motim

Os olhos mentem

sorrindo pra mim

Eu acredito

em cada palavra

Memórias roubadas

de um tempo distante

De um mundo perdido

Memórias do fim

Leave a comment